Skip to content

OS TRÊS DESEJOS

julho 2, 2009

Por Desconhecido

No alto de uma montanha, havia três pequenas árvores, que sonhavam o que seriam quando crescessem. A primeira olhando para as estrelas, disse: “Eárvores u quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada”. A segunda, olhando para o riacho que corria ali perto, suspirou: “Eu quero ser um grande navio e transportar reis e rainhas. Assim sendo, até aceito ser cortada”. A terceira árvore, olhou o vale e disse: “Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que quando as pessoas, ao olharem pra mim, levantem seus olhos e vejam o céu e assim, também pensem em DEUS”.

Anos se passaram e certo dia, quando elas já estavam altas e fortes, vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam. Mas, como lenhadores não costumam ouvir árvores falando e nem entendem seus sonhos, a primeira árvore acabou sendo transformada em um coxo de animais, coberta de feno. A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando gente pobre e peixes todos os dias. E, a terceira acabou sendo cortada em grossas vigas e colocada de lado em um depósito. E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes: ” Para que isso?”

Mas, numa certa noite cheia de estrelas e luz, uma jovem mulher colocou o seu bebê recém nascido naquele coxo de animais. E, de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo. Passaram-se dezenas de anos e, a segunda árvore um belo dia transportou um homem que acabou dormindo num pequeno barco. Mas, quando uma tempestade estava quase afundando a embarcação esse homem disse: “Paz!” E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o rei da terra e do céu. Apenas alguns anos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e, um homem pregado nela. Sentiu-se horrível e cruel. Mas, no domingo seguinte o mundo viu a ressurreição desse homem e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado “Aquele” veio para salvar a humanidade, e que as pessoas se lembrariam de DEUS e de Seu Filho JESUS CRISTO, ao olharem para ela.

As três árvores haviam visto seus desejos se tornarem realidade, mas de uma proporção tal, que jamais ousaram sonhar. Que todos os nossos sonhos sejam assim! Ambiciosos, na intenção de vermos realizados em nós, a vontade de DEUS.

Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte e o(s) autor(es).

Para citar este artigo:

DESCONHECIDO, . Apostolado Veritatis Splendor: OS TRÊ DESEJOS. Disponível em http://www.veritatis.com.br/article/423. Desde 03/05/2001.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: